REUTERS/Alkis Konstantinidis
REUTERS/Alkis Konstantinidis

Naufrágio mata 22 imigrantes que tentavam chegar à ilha grega

Mais de 200 refugiados foram resgatados do acidente na costa da Turquia; entre os mortos, havia 4 crianças e 20 adultos

O Estado de S. Paulo

15 Setembro 2015 | 08h47

ANCARA - Pelo menos 22 imigrantes morreram afogados nesta terça-feira, 15, e mais de 200 foram resgatados depois que um barco naufragou no mar Egeu, na costa da Turquia, enquanto tentava chegar à ilha grega de Kos, de acordo com informações da guarda costeira turca.

No total, 211 imigrantes foram resgatados do barco enquanto mergulhadores retiravam os corpos dos 22 passageiros que se afogaram, incluindo 4 crianças e 20 adultos.

A embarcação naufragou a cerca de 2,5 quilômetros da cidade de Bodrum, onde o corpo do menino sírio Aylan Kurdi foi encontrado morto há duas semanas.

Imagens da televisão mostraram um navio da guarda costeira lotado que levava as pessoas resgatadas para a costa.

A agência de notícias Dogan relatou que o grupo estava viajando para Kos em um barco de madeira de 20 metros, que afundou por volta das 6 horas locais (0h em Brasília) em águas internacionais.

Outros dois refugiados sírios também morreram hoje após a embarcação em que estavam naufragar em águas turcas. O barco tinha a Grécia como destino; 11 sobreviventes foram resgatados.

A Turquia abriga atualmente mais de 2 milhões de refugiados, muitos deles fugindo do conflito na Síria, e dezenas de milhares partem para a Grécia e eventualmente para o norte da Europa. /REUTERS e EFE


Mais conteúdo sobre:
naufrágioimigraçãocrise

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.