Naufrágio na Malásia deixa ao menos 3 indonésios mortos

Embarcação estava superlotada com imigrantes ilegais; 34 pessoas estão desaparecidas e equipes de resgate continuam as buscas 

O Estado de S. Paulo

18 de junho de 2014 | 10h29

KUALA LANGAT, MALÁSIA - Uma embarcação superlotada transportando indonésios que seriam imigrantes ilegais naufragou quando deixava a costa oeste da Malásia na madrugada desta quarta-feira, 18. Pelo menos três passageiros morreram afogados e 34 estão desaparecidos.

O barco afundou na entrada de um rio pouco depois da meia-noite ao deixar a ilha de Carey, na Malásia, provavelmente rumo ä ilha de Sumatra, disseram testemunhas e autoridade. Entre os passageiros, estavam mulheres e crianças.

As equipes de resgate encontraram 60 sobreviventes, que foram presos com base na lei malaia de imigração.

A polícia disse que o barco não possuía equipamentos de segurança, como coletes salva-vidas, mas as equipes de resgate ainda esperam encontrar sobreviventes. "É provável que os sobreviventes tenham nadado até a costa e se escondido já que não estão legalmente aqui", disse Mohammed Hambali Yaakup, chefe local de operações da agência malaia responsável pela área.

Humbali afirmou não ter como confirmar informações de que uma gangue de contrabandistas está envolvida no caso. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.