Naufrágio nas Filipinas pode ter matado 42

Uma balsa que transportava quase mil passageiros afundou ontem no sul das Filipinas, deixando pelo menos 9 mortos e mais de 30 desaparecidos, segundo as autoridades.

AP, MANILA, O Estadao de S.Paulo

07 de setembro de 2009 | 00h00

A balsa começou a emborcar ao amanhecer a 15 quilômetros da Província de Zamboanga, despertando os passageiros. Aterrorizados, muitos se atiraram na água.

Antes do lento naufrágio da embarcação, as equipes de resgate conseguiram transferir mais de 900 passageiros e tripulantes para dois navios comerciais, um pesqueiro e uma canhoneira da Marinha que estavam nas imediações.

Segundo o almirante Wilfredo Tamayo, as equipes de resgate buscavam 33 pessoas que estavam desaparecidas. Alguns navios da Marinha e três aviões militares foram enviados ao local do naufrágio para ajudar nas buscas.

Roger Cinciron, um passageiro, disse que aproximadamente à meia-noite a balsa começou a se inclinar, mas um tripulante assegurou que tudo estava em ordem. Ele disse que acordou algumas horas mais tarde com o ruído do carregamento que caía debaixo de seu compartimento. "As pessoas entraram em pânico, pois a embarcação estava realmente inclinada", disse Cinciron. Não estava clara a causa do acidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.