La Prensa/ AP
La Prensa/ AP

Náufrago que diz ter sobrevivido um ano no mar volta a El Salvador

José Alvarenga passará por uma série de avaliações médicas antes de retornar para sua vila natal

O Estado de S. Paulo,

12 de fevereiro de 2014 | 08h51

SAN SALVADOR - O náufrago salvadorenho José Salvador Alvarenga, que afirma ter sobrevivido após mais de um ano à deriva no Oceano Pacífico, retornou nesta terça-feira a El Salvador, depois de ter sido resgatado nas Ilhas Marshall no último dia 30 de janeiro.

Alvarenga, de 37 anos, chegou ao aeroporto internacional El Salvador, a cerca de 44 quilômetros da capital do país, em um voo comercial procedente de Los Angeles (EUA), por volta das 19h50 locais (23h50 de Brasília.

O náufrago foi recebido por alguns familiares, o ministro das Relações Exteriores salvadorenho, Jaime Miranda, e a vice-ministra da Saúde, Violeta Menjívar, entre outras personalidades, enquanto dezenas de jornalistas locais e estrangeiros esperavam do lado de fora do terminal.

Menjívar afirmou que, após uma primeira revisão médica no aeroporto, Alvarenga será transferido em uma ambulância até um hospital para fazer uma avaliação mais completa.

"Temos a informação de que o estado de saúde dele é estável", mas será submetido a "uma equipe completa, multidisciplinar", no hospital "para saber exatamente sua condição", explicou a funcionária.

Alvarenga partiu ontem das Ilhas Marshall para Honolulu (Havaí), de onde viajou para Los Angeles e, finalmente, para El Salvador.

Na cidade litorânea de Guarita Palmeira, no oeste de El Salvador, parentes, amigos e vizinhos esperam pelo náufrago em sua casa, onde colocaram um faixa de boas-vindas, balões azuis e brancos, as cores da bandeira do país, e outros enfeites.

O contato de Alvarenga com a imprensa dependerá de seu estado de saúde e se ele aceitar, explicaram fontes do Ministério das Relações Exteriores de El Salvador, que coordenou sua transferência das Ilhas Marshall, com a colaboração das autoridades desse país oceânico, além de México, Estados Unidos e da Organização Internacional para as Migrações (OIM). / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
El Salvador

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.