Nave russa Soyuz faz aterrissagem suave e termina missão com sucesso

Equipe ficou 183 dias em órbita, compartilhando suas experiências por meio de blogs e Twitter

Dmitry Solovyov, Reuters

01 de julho de 2012 | 15h53

MOSCOU - Uma cápsula russa Soyuz aterrissou no Casaquistão neste domingo, carregando sem problemas três astronautas que ajudaram a acoplar a primeira nave privada engajada numa missão de seis meses à Estação Espacial internacional.

A cápsula de descida, na qual viajavam o cosmonauta russo Oleg Kononenko, o astronauta da Nasa Don Pettit e o astronauta da Agência Espacial Europeia Andre Kuipers, aterrisou com seu paraquedas numa nuvem de poeira às 5h14, no horário de Brasília.

A equipe deixou a estação espacial na manhã de domingo após servir por 183 dias em órbita, compartilhando frequentemente suas experiências com o público por meio de blogs e do Twitter.

No final de maio, a equipe liberou o cargueiro não tripulado Dragon da Space Exploration Teconologies, que chegou como parte de um teste de voo e foi a primeira nave privada a alcançar a plataforma orbital, um projeto de 15 nações.

Três outros membros da equipe da estação espacial -os russos Gennady Padalka e Sergei Revin e o astronauta da Nasa Joe Acaba- continuarão em órbita. 

Tudo o que sabemos sobre:
SoyuzGeralciêncianave espacial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.