Nave Soyuz TMA-11 retorna à Terra

A aterrissagem ocorreu 21 minutos depois do previsto, já que o módulo se desviou de seu curso

EFE,

19 de abril de 2008 | 06h51

A nave Soyuz TMA-11 com o cosmonauta russo Yuri Malenchenko, sua colega da Nasa Peggy Whitson e a primeira astronauta sul-coreana, Yi So-yeon, retornou neste sábado, 19, à Terra procedente da Estação Espacial Internacional (ISS). "Segundo relatórios das equipes de resgate, o módulo aterrissou no Cazaquistão, mas a mais de 400 quilômetros da área prevista. O estado dos cosmonautas é bom", informou o Centro de Controle de Vôos Espaciais (CCVE) da Rússia, citado pelas agências locais. A aterrissagem ocorreu 21 minutos depois do previsto, já que o módulo se desviou de seu curso. Três helicópteros das equipes de resgate foram ao local para atender os cosmonautas. Quatro aviões, 13 helicópteros e sete veículos estavam desde a sexta-feira nas cidades de Kustanai, Baikonur, Karaganda, Arkalyk e Dzhezkazgan para prestar atendimento aos viajantes da Soyuz. Estava previsto que o módulo aterrissasse a 80 quilômetros da cidade de Arkalyk, às 5h30 (de Brasília). Como tinha sido calculado, a Soyuz ingressou nas camadas densas da atmosfera às 4h40 (de Brasília) e iniciou o processo de frenagem a cerca de 350 quilômetros de altura. Às 5h04 (de Brasília), a cerca de 140 quilômetros de altura sobre o norte da África, o módulo se separou da nave, e viajou rumo ao mar Cáspio.

Tudo o que sabemos sobre:
NASA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.