Navio australiano retoma viagem após resgate

aO navio quebra-gelo australiano Aurora Australis, que ajudou no resgate de 52 pessoas que estavam presos em outra embarcação na Antártida, retomou viagem neste sábado, deixando para trás outros dois quebra-gelos que ainda estão presos.

AE, Agência Estado

04 de janeiro de 2014 | 09h04

O Aurora Australis deve continuar a missão de reabastecimento que foi interrompida por causa da operação de resgate. O navio deve se dirigir para a base australiana Casey Station na Antártida antes de retornar para a Tasmânia, em meados de janeiro, com os cientistas resgatados, jornalistas e turistas.

Na quinta-feira, um helicóptero de um navio chinês tirou os passageiros de uma embarcação russa de pesquisa que estava presa em um bloco de gelo e os levou para o Aurora Australis.

De acordo com autoridades, o navio chinês Xue Long agora está preso no gelo depois de fracassar em suas tentativas iniciais de se libertar. Apesar de estar imobilizado, "não há perigo imediato para as pessoas a bordo", disse a Administração de Segurança Marítima da Austrália, em um comunicado, tendo em vista que há uma quantidade suficiente de alimentos que pode durar semanas.

O navio chinês está preso vários quilômetros do quebra-gelo russo Akademik Shokalskiy, a partir do qual os passageiros foram resgatados. O navio russo está paralisado desde a véspera de Natal. Com informações da Associated Press e Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
antártidaresgatenavio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.