Navio com 900 pessoas a bordo pega fogo nas Filipinas

Um ferry-boat com cerca de 900 pessoas a bordo se incendiou durante uma viagem entre ilhas das Filipinas, na madrugada desta sexta-feira, perto de Manila. Em pânico, dezenas e dezenas de passageiros jogaram-se ao mar. Duas pessoas morreram, 12 ficaram feridas e mais de cem ainda estavam desaparecidas até as 8 horas da manhã (de Brasília). A maior parte dos 744 passageiros e 155 tripulantes da grande embarcação, chamada Superferry 14, sobreviveram à tragédia, lançando-se ao mar ou subindo nos botes de salva-vidas. Segundo um oficial da guarda-costeira, Ramon Liwag, não se sabia o destino de cerca de cem desaparecidos, que podem ter sido recolhido por pequenos botes de pescadores. O incêndio durou mais de cinco horas e, em duas ocasiões, pareceu estar sob controle, para logo em seguida reavivar-se. Pouco depois do amanhecer, duas fortes explosões foram ouvidas, seguidas por grossos rolos de fumaça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.