Navio da Cruz Vermelha vai retirar estrangeiros do Sri Lanka

A Cruz Vermelha enviou um navio para retirar os estrangeiros que estão retidos no distrito de Jaffna, no norte do Sri Lanka, onde há semanas o Exército vem enfrentando a guerrilha tâmil. A organização internacional informou nesta quarta-feira que a embarcação vai recolher os trabalhadores de entidades humanitárias e todos osestrangeiros presentes na região. A estimativa é de que sejam 150 pessoas. O navio deve sair de Jaffna na quinta-feira. A localidade está sob toque de recolher há duas semanas, por causa dos violentos confrontos. A estimativa é de que quase 100 mil pessoas abandonaram Jaffna para escapar dos combates que se seguiram à luta no distrito de Trincomalee, onde começaram os confrontos, na última semana deJulho. A luta causou a morte de cerca de 300 combatentes nas últimas duas semanas, segundo o governo cingalês. Nesta quarta-feira, em entrevista publicada no site Tamilnet, o chefe do braço político da guerrilha dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil, S.P. Thamilchelvam, acusou o governo cingalês de provocar os rebeldes e causar uma guerra desnecessária. "Nossas forças, conscientes da atual ofensiva do Exército do Sri Lanka, estão preparadas para o confronto", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.