EFE
EFE

Navio da Marinha dos EUA realiza disparos de advertência perto de embarcação iraniana

USS Thunderbolt fazia um exercício com outros navios quando um barco da patrulha do Irã se aproximou

O Estado de S.Paulo

25 Julho 2017 | 12h30

DUBAI, EMIRADOS ÁRABES UNIDOS - Um navio de patrulha da Marinha dos EUA realizou disparos de advertência nesta terça-feira, 25, perto de uma embarcação iraniana que se aproximava, informou um oficial de Defesa americano, ao norte do Golfo Pérsico.

O incidente envolvendo o USS Thunderbolt, embarcação de patrulha da classe Cyclone com base em Bahrein e parte da 5.ª Frota da Marinha dos EUA, é o confronto mais recente envolvendo navios iranianos e americanos.

O Thunderbolt realizava um exercício militar com mais uma embarcação americana e outra da mesma coalizão quando um barco da patrulha do Irã se aproximou, segundo o oficial. A embarcação iraniana não respondeu aos chamados via rádio, sinalizadores e sirenes quando estava a 137 metros do navio americano, forçando os marinheiros a dispararem.

Após os disparos, o navio iraniano parou de se mover. As embarcações então deixaram a área, informou o oficial, que falou sob condição de anonimato.

O Irã e os EUA frequentemente lidam com conflitos navais no Golfo Pérsico. O navio da Marinha americana registrou 35 casos do que descreve como interações “inseguras e/ou não profissionais” com as forças iranianas em 2016. No ano anterior foram 23.

Teerã vê a presença americana no Golfo como uma provocação e acusa a Marinha dos EUA de comportamento não profissional, especialmente no Estreito de Ormuz, espaço entre o Golfo de Omã e o Pérsico, pelo qual transita um terço de todo o comércio marítimo de petróleo. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.