Navio de luxo se choca contra cais e 3 morrem no Egito

Um navio de luxo com cerca de 1.500 passageiros a bordo se chocou contra um cais no momento em que atracava, entre fortes ventos, em Sharm el-Sheikh, um destino turístico do Egito no Mar Vermelho. O acidente, hoje, matou três membros da tripulação, segundo funcionários. Policiais e encarregados do resgate afirmaram que havia um brasileiro entre os mortos, mas a companhia não confirmou as nacionalidades.

AE-AP, Agencia Estado

26 de fevereiro de 2010 | 11h56

A proprietária do barco, Costa Crociera, afirmou que a embarcação foi danificada do lado direito, após golpear o cais por volta das 4h30. Os passageiros foram levados para hotéis e retornarão a seus países de origem, informou a empresa.

A suspeita é que o clima ruim foi a causa do choque, que abriu um buraco de dois metros na embarcação, segundo um funcionário do setor de segurança egípcio. O navio de luxo Costa Europa já havia completado 18 dias de viagem e tinha 1.437 turistas a bordo.

Policiais e funcionários encarregados do resgate disseram, sob condição de anonimato, que os mortos eram um brasileiro, um hondurenho e um indiano. A companhia, porém, não confirmou as nacionalidades nem as identidades dos mortos. O navio havia chegado a Sharm el-Sheikh vindo de outro porto no Mar Vermelho, em Safaga, segundo funcionários locais. O barco era de 1986 e havia sido restaurado em 2002, segundo a empresa.

Tudo o que sabemos sobre:
Egitoacidentecruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.