Navio derrama petróleo na costa espanhola

Parte do combustível que era transportado por um petroleiro atingiu a costa noroeste da Espanha, neste sábado. O navio-tanque sofreu um acidente, na quarta-feira, durante uma tempestade, e agora corre perigo de se partir em dois.O petroleiro Prestige, proveniente das Bahamas e que ainda conserva a maior parte de sua carga de 77 mil toneladas de combustível, permanece a 165 quilômetros da costa, com um rombo no casco, abaixo da linha de flutuação, de cerca de 15 metros de largura. "Gostaríamos de levá-lo a uma lugar mais securo, mas por causa das tempestades não está sendo possível", contou Lars Walder, da empresa de resgate SMIT. "As próximas 20 horas são decisivas. Esperamos ainda conseguir resgatá-lo", disse.Enquanto os ventos alcançam 80 quilômetros por hora e as ondas chegam a uma altura de sete metros, os técnicos da SMIT tentam, com uma helicóptero, desembarcar uma equipe de mecânicos dentro do navio. A tripulação já foi retirada e logo depois detida para investigação.O combustível que chegou às praias provém do derramamento 3 mil toneladas de petróleo do Prestige, que aconteceu logo após o acidente da noite de quarta-feira. Uma tonelada métrica equivale a 6.600 barris."Faremos tudo o que for possível para evitar um desastre maior", disse o porta-voz do Ministério do Interior da Espanha, na cidade de La Coruña. As autoridades instalaram cerca de oito quilômetros de barreiras flutuantes e 14 bombas para a sucção do petróleo.O derramento do Prestige, que estava a uns 10 quilômetros da praia há dois dias, pode ser visto na costa do Cabo de Tourinan e Roncude. O cheiro forte do combustível impregna o ar de toda região, segundo moradores. O grupo de ecologistas Fundo Mundial para a Natureza (Adena), adivirtiu que o barco poderia chegar na costa da Galiza.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.