Josep Lago/AFP
Josep Lago/AFP

Piu piu vira símbolo de separatistas catalães

Governo espanhol é ridicularizado por enviar policiais para impedir plebiscito sobre independência em navio com personagens do Looney Tunes

O Estado de S.Paulo

28 Setembro 2017 | 18h57

O porto de Barcelona agora representa os dois lados da disputa sobre o plebiscito pela independência da Catalunha. De um lado os mais ferrenhos defensores da separação da região e do outro pessoas trocando brincadeiras nas mídias sociais. Para acomodar os 45 mil policiais enviados para impedir a realização do plebiscito no domingo, o governo espanhol alugou dois navios de cruzeiro e os ancorou no porto.

Um dos navios chamou a atenção de muita gente. Ele estava decorado com os personagens do Looney Tunes, como o piu piu, o patolino,o papa-léguas e o coiote. O mirador de Montjuic tornou-se o melhor lugar para ver o barco, apesar das lonas colocadas em sua lateral.

"É uma brincadeira, é grotesco", disse Josep Balcells, um catalão que foi até o parque para ver a nova e peculiar atração.

"Alugar um cruzeiro com o Looney Tunes para abrigar a polícia espanhola é de muito mau gosto. É ridículo. Os personagens foram cobertos com lonas, mas todos podem vê-los", disse Quim Portet.

Os turistas também ficaram surpresos. "Por que o Ministério do Interior colocaria a polícia espanhola em um navio como esse?", disse a argentina Míriam V., que admitiu não saber o que realmente estava ocorrendo na Catalunha.

Dentro do barco, o ambiente não reflete as figuras que o decoram. Os agentes espanhois estão reclamando sobre as acomodações e a comida.Além disso, os trabalhadores do porto não querem servir o barco, alegando "restrições aos direitos civis".

Mas alguns cidadãos têm tentado romper o bloqueio para levar comida para o navio, apesar das fortes medidas de segurança. Algumas pessoas conseguiram levar para dentro peças de presunto curado (jamón) e vinho da região de La Rioja para os policiais.

Antonio Amador, um dos que manifestaram apoio às forças de segurança, levou pão, salames e latas de vários produtos. Ele não sabe se os produtos chegaram ao navio, mas de qualquer modo ele diz que foi um "gesto simbólico e de gratidão" à polícia.

Apesar das tensões sobre a intenção do governo catalão de realizar o plebiscito mesmo com a proibição, a mídia social tem mostrado o lado engraçado. Partidários da separação até mesmo tentaram cooptar o piu piu para sua causa. Há uma campanha por sua libertação após ele ter sido coberto por lonas, com a hashtag #FreeTweety (libertem o piu piu). "Eu acho que vi um gatinho, que no dia 1.º votará pela liberdade", é uma das mensagens que circulam pelas redes sociais.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.