Navios com plutônio aportam na Inglaterra

Dois navios carregados de plutônio completaram hoje a viagem do Japão para a Inglaterra e atracaram no porto Barrow-in-Furness, sob fortes protestos de ambientalistas, que acompanhavam com faixas em pequenos botes o retorno das embarcações. Barcos com policiais armados e helicópteros fizeram a escolta dos navios, da empresa British Nuclear Fuels Ltd. (BNFL). O Pacific Pintail atracou no porto inglês, perto do complexo nuclear Sellafield, seguido pelo Pacific Teal. Os navios deixaram o Japão no dia 4 de julho, após o país ter rejeitado o carregamento.Grupos ambientalistas protestaram contra o transporte do carregamento durante a longa jornada de retorno, dizendo que a viagem era muito perigosa e a carga radioativa poderia sofrer um ataque. O Greenpeace disse que os navios carregavam plutônio suficiente para fazer 50 bombas nucleares e terroristas poderiam tentar atacar as embarcações. A empresa disse, no entanto, que não havia a possibilidade de um ataque terrorista ou ameaça de radiação ao longo do trajeto. O porta-voz da BNFL disse que o plutônio só tem um pequena quantidade de radiação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.