Navios de guerra do Irã chegam à Síria

Embarcações realizarão treinamento militar no Mar Mediterrâneo; almirante rejeita críticas

Agência Estado

24 de fevereiro de 2011 | 14h04

DAMASCO - Uma testemunha informou que dois navios da Marinha iraniana atracaram na Síria nesta quinta-feira, 24, concluindo uma viagem que elevou as tensões com Israel. As embarcações chegaram no porto de Latakia depois de seguirem pelo Canal de Suez até o Mar Mediterrâneo. Trata-se da primeira vez que navios de guerra iranianos cruzam o canal desde 1979.

 

O chefe da Marinha do Irã, o almirante Habibollah Sayyari, disse que a fragata Alvand e o cargueiro Kharq estão na Síria para uma missão de treinamento e rejeitou a crítica de Israel, que considerou a manobra uma provocação. A incursão iraniana no Mediterrâneo ocorre no momento em que o Oriente Médio enfrenta uma onda sem precedentes de protestos contra vários governos.

 

Alguns observadores dizem que a viagem pelo Canal de Suez foi um teste para o Egito, que controla a estratégica via marítima que liga o Mar Vermelho ao Mediterrâneo. O novo governo militar, que substituiu o presidente Hosni Mubarak, deposto no última dia 11, parece não ter tido escolha a não ser permitir a passagem. Uma convenção internacional que regula a navegação diz que o canal deve ficar aberto a "toda embarcação de comércio ou de guerra".

 

Analistas acreditam que o Irã queria testar se os novos governantes do Egito manteriam a linha de governo pró-Ocidente adotada por Mubarak. Alguns dizem que a viagem também assinala que o Irã está pronto para ajudar seus aliados regionais, dentre eles a Síria, o Hamas, que controla a Faixa de Gaza, e o Hezbollah, no Líbano. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.