Navios de guerra dos EUA atravessaram Ormuz

Dois navios de guerra dos Estados Unidos atravessaram o Estreito de Ormuz sem incidentes, apesar da retórica agressiva de Washington e de Teerã e das ameaças do governo do Irã de fechar a passagem marítima, por onde é transportado 40% do petróleo do mundo, informou a Marinha dos EUA nesta quinta-feira. Os dois navios visitaram o porto de Jebel Ali, nos Emirados Árabes Unidos, e depois cruzaram o Estreito e entraram no Mar da Arábia, onde darão apoio aéreo às tropas americanas que lutam no Afeganistão.

AE, Agência Estado

29 de dezembro de 2011 | 18h10

O porta-aviões John C. Stennis e o cruzador Mobile Bay "conduziram uma passagem de rotina, pré planejada, através do Estreito de Ormuz" na terça-feira, disse a porta-voz da 5ª Frota dos EUA, a tenente Rebecca Rebarich, à agência France Presse (AFP).

Os militares americanos não reportaram nenhum incidente com a Marinha iraniana e isso após governantes iranianos terem advertido com a possibilidade de fechar Ormuz, se o Irã sofrer mais sanções por causa do seu programa nuclear.

"Nossa interação com a Marinha do Irã continua, dentro das práticas marítimas, bem conhecidas, rotineiras e profissionais", disse Rebarich, a partir da sede da 5ª Frota dos EUA, no Bahrein.

As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.