Navios podem formar escudo contra mísseis em Haifa

Destróieres Saar-4.5 e Saar-5 da Marinha israelense podem ser equipados com mísseis teleguiados e radares no litoral de Haifa para interceptar os foguetes disparados do Líbano pelo Hezbollah, segundo fontes militares.Os navios de combate poderiam se transformar num escudo para a população da cidade. Principal centro industrial israelense, Haifa é um dos principais alvos do Hezbollah, pois também conta com refinarias de petróleo.Uma porta-voz do Ministério da Defesa, Raquel Mizrahi, disse nesta segunda-feira que "estão sendo feitos esforços urgentes para utilizar diferentes sistemas e resistir aos foguetes da milícia".O uso do míssil conhecido como Barak (Raio) vinha sendo estudado pelo comando naval israelense.Na semana passada, os milicianos libaneses atingiram um destróier israelenses em frente à costa de Beirute com um de seus mísseis, causando a morte de quatro marinheiros.Também em Haifa, a direção do zoológico da cidade alojou os animais carnívoros, entre eles leões, ursos e leopardos, em abrigos de pedra, onde ficarão protegidos do impacto de mísseis como os que caíram nas últimas 48 horas.Além disso, funcionários do zôo dispõem de dardos com clorofórmio para injetar nos animais para evitar a sua fuga, caso um ataque destrua as instalações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.