Necrotério recebe 64 corpos após novo conflito étnico no Quênia

Sessenta e quatro corpos foram levadospara um necrotério na cidade queniana de Nakuru, no Vale doRift, todos vítimas dos últimos quatro dias de violênciaétnica, afirmou nesta segunda-feira um funcionário do local. "São 64 até agora, desde que os combates começaram. Algunsdeles foram feridos com arcos e alguns foram queimados", contouele à Reuters, pedindo para não ser identificado. Gangues de comunidades rivais vêm se enfrentando commachetes, cassetetes e arcos em Nakuru e Naivasha, outra cidadeda região. A violência desde a contestada eleição de 27 de dezembro nopaís passou agora para uma fase diferente, ligada a disputas dedécadas por terras, desigualdade de riquezas e o passadocolonial britânico. O número de mortos já chega a 800 e o derefugiados, a 250 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.