AP
AP

Negociações sobre o conflito na Síria são retomadas em Genebra

Acordo até o fim da conferência de paz, na sexta-feira, ainda parece distante

O Estado de S. Paulo,

29 de janeiro de 2014 | 09h45

Negociadores que representam a oposição síria e o regime de Bashar Assad retomaram as negociações sobre o futuro do país nesta quarta-feira, 29, um dia depois de interromperem as discussões sobre a decisão dos Estados Unidos de retomar a ajuda não letal à oposição.

Delegados do governo e da oposição reuniram-se nesta quarta-feira com o mediador da ONU e da Liga Árabe, Lakhdar Brahimi, mas as chances de um avanço antes do final da conferência de paz, na sexta-feira, parecem praticamente nulas, na medida em que os dois lados responsabilizam um ao outro pelo impasse.

Um acordo para permitir o envio de ajuda humanitária à cidade sitiada de Homs continua parado, pois a delegação síria exige garantias de que a ajuda americana não vá para "grupos terroristas e armados" da cidade, que fica na região central do país.

As negociações que têm como objetivo encerrar conflito, que já dura quase três anos, começaram na sexta-feira em Genebra. Brahimi declarou que os dois lados estão dispostos a manter as conversações apesar da falta de progresso. /AP

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaGenebra 2

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.