Negociador americano chega ao Japão

O secretário de Estado adjunto dos Estados Unidos e encarregado das negociações com a Coréia do Norte, Christopher Hill, chegou ao Japão para tentar promover a retomada do diálogo de seis lados sobre o programa nuclearNorte-coreano.Hill vai se reunir com representantes do Governo japonês, enquanto cresce o otimismo sobre a possibilidade de reiniciar as negociações multilaterais.A Coréia do Norte anunciou que esta semana chegou a "um certoacordo" com os EUA. O enviado americano esteve em Seul, onde afirmou que espera que o diálogo recomece "muito em breve". A meta é uma reunião antes de 18 de fevereiro, quando será comemorado o Ano Novo na China e nas duasCoréias.Christopher Hill, que amanhã deve embarcar rumo a Pequim, pediu no entanto cautela. Para ele, ainda é preciso que o regime norte-coreano aceite participar das negociações com a Coréia do Sul, EUA, China, Rússia e Japão.Hill negou ter chegado a algum acordo com Pyongyang, mas sugeriuprogressos nas negociações. Esta semana, em Berlim, ele conversoucom o vice-ministro de Relações Exteriores norte-coreano, KimKye-gwan.O negociador americano espera que as novas reuniões contribuampara aplicar o comunicado conjunto de setembro de 2005, pelo qual aCoréia do Norte se comprometia a abandonar seu programa defabricação de armas atômicas em troca de assistência econômica e danormalização de suas relações com os EUA.Porém, o regime norte-coreano não cumpriu o compromisso, e emoutubro efetuou um teste nuclear. Agora, após a reunião de Berlim, a situação parece menos tensa entre EUA e Coréia do Norte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.