Negociador iraniano quer mais tempo para responder se aceita pacote de incentivos

O negociador iraniano na crise nuclear, Ali Larijani, pediu nesta terça-feira paciência nas conversas sobre a proposta internacional para que o Irã suspenda seu programa de enriquecimento de urânio."Como é preciso entrar em um longo processo, devemos ser pacientes", disse Larijani após uma reunião com o representante da diplomacia da União Européia, Javier Solana, na qual se analisou a reação iraniana a essa oferta. O representante iraniano assinalou que a partir de agora "é preciso haver consultas entre ambas as partes". Já Solana disse que na reunião se revisou os eventos desde a apresentação da proposta pela primeira vez, há cinco semanas, em Teerã. Ele lembrou que nesta quarta-feira se reunirá em Paris com os ministros de Exteriores dos seis países que elaboraram a oferta junto com a UE - os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (EUA, Rússia, China, França e Reino Unido) e a Alemanha - para explicar-lhes o conteúdo da reunião desta terça."Faremos uma análise da situação e veremos como proceder", resumiu Solana. A oferta internacional inclui a transferência de tecnologia nuclear para a produção de energia de uso civil e sem possibilidade de uso militar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.