Negociador norte-coreano chega a Pequim para reunião

Conversas entre os seis países serão retomadas após ONU confirmar fechamento de reator nuclear

Associated Press,

17 Julho 2007 | 03h36

O negociador da Coréia do Norte, Kim Kye-gwan, chegou nesta terça-feira, 17, a Pequim para mais uma rodada de conversas sobre o desarmamento nuclear de Pyongyang. As seis nações vão se reunir a partir de quarta-feira.   Na segunda-feira, a ONU confirmou o fim das operações do reator nuclear de Yongbyon. O fechamento é o primeiro passo da Coréia do Norte para parar a produção de armas nucleares em quase cinco anos. As conversas serão focadas agora no comprometimento do país em continuar o desmantelamento de seu programa nuclear e como incapacitar permanentemente o reator.   Kim Kye Gwan não falou com a imprensa no aeroporto. Ao embarcar rumo a China disse que o fechamento do reator significa que o processo está em uma segunda fase. "Vamos discutir como definir os objetivos da segunda fase, as obrigações de cada parte, e também as seqüências das ações", disse Gwan.   Na reunião de fevereiro ficou estipulado que, em sua fase inicial de desnuclearização, a Coréia do Norte tinha que permitir o retorno dos inspetores da AIEA a seu território e pôr fim a suas operações na central de Yongbyon, em troca de um primeiro envio de 50 mil toneladas de combustível.   A reunião desta semana deverá apontar como prosseguir o desmantelamento do programa atômico, incluindo o delicado assunto das supostas instalações para enriquecimento de urânio, suscetível de ser usado com fins militares.

Mais conteúdo sobre:
desnuclearização rodada de conversas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.