Negociador nuclear americano chega à Coréia do Norte

Objetivo é fazer Pyongyang retomar as negociações de seis lados para a desnuclearização

Efe,

01 de outubro de 2008 | 02h05

O negociador nuclear dos Estados Unidos, Christopher Hill, cruzou nesta quarta-feira, 1, a fronteira entre as duas Coréias em sua viagem a Pyongyang, onde deve discutir a detenção brusca do processo de desnuclearização norte-coreano, informa a agência japonesa Kyodo. Hill, secretário de Estado adjunto dos EUA para a Ásia do Leste e Pacífico, chegou à Coréia do Norte após atravessar a protegida fronteira na localidade de Panmunjom, e espera-se que se reúna ainda nesta quarta com o principal negociador norte-coreano, Kim Kye-gwan. O objetivo do negociador americano é conseguir que a Coréia do Norte volte a fazer parte das negociações de seis lados, num momento em que o país parece a ponto de retomar seu programa de plutônio no reator nuclear de Yongbyon. Hill foi cauteloso no momento de prever os possíveis resultados de sua visita à Coréia do Norte, que em meados de setembro ameaçou reativar seu reator nuclear de Yongbyon. Em declarações na terça-feira em sua chegada a Seul, Hill assinalou que "é preciso esperar para ver o que acontecerá na Coréia do Norte" e insistiu na necessidade de "verificar" a desnuclearização. "Precisamos nos assegurar de que seremos capazes de verificar sua declaração (nuclear), vamos ver se somos capazes de estabelecer medidas que nos permitam verificar a declaração", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
Coréia do NortedesnuclearizaçãoEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.