Nelson Mandela segue internado com infecção pulmonar

Após passar a segunda noite internado, o ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, recebe, neste domingo, tratamento médico para uma infecção pulmonar. Não há informações oficiais atualizando a condição de Mandela. No sábado, o governo descreveu a situação como "séria, mas estável".

EQUIPE, Agência Estado

09 de junho de 2013 | 11h41

O escritório do presidente Jacob Zuma informou que Mandela foi levado ao hospital, na cidade de Pretoria, por volta das 1h30 de sábado.

Desde dezembro, o líder da luta contra o apartheid foi levado ao hospital quatro vezes, sendo a última no dia 6 de abril, quando foi diagnosticado com pneumonia.

Mandela ficou vulnerável a problemas respiratórios desde que contraiu tuberculose, enquanto estava preso. O ganhador do prêmio Nobel da paz passou 27 anos na prisão, a maior parte em Robben Island, próximo à costa da Cidade do Cabo, onde trabalhou em uma pedreira. Nelson Mandela foi solto em 1990 e eleito como presidente da África do Sul em 1994. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
MandelasaúdeÁfrica do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.