Nenhum banco nos EUA aceita conta da embaixada do Sudão

O governo do Sudão anunciou o fechamento de sua embaixada em Washington, dizendo que não foi capaz de encontrar um banco que aceite cuidar de suas finanças. Declaração da chancelaria sudanesa informa que o banco responsável pelas transferências de recursos para a embaixada a partir de Cartum nos últimos 30 anos fechou a conta do Sudão e outras contas da embaixada, em julho, por ?dificuldades encontradas?. A declaração não diz qual era o banco, nem quais as dificuldades.A chancelaria diz ter apelado ao Departamento de Estados americano, mas que o governo dos EUA ?falhou em convencer o banco, ou encontrar outro banco?. O ministro das Relações Exteriores do Sudão mandou fechar a embaixada, já que não é possível pagar os funcionários ou as contas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.