Neonazistas são eleitos para parlamentos regionais no leste da Alemanha

Apesar dos apelos à razão lançados pelos responsáveis políticos, sindicalistas e religiosos, os eleitores de Land de Mecklembourg-Poméranie-Occidentale, situada no nordeste da Alemanha, enviaram ao parlamento regional seis representantes do principal partido neonazista da região. Nas eleições regionais deste domingo, o Partido Nacional Democrata (NPD) obteve 7,3% dos votos. A informação é do jornal francês Le Monde. O partido, que havia sido interditado há três anos, se aproveitou da descrença dos jovens face aos políticos tradicionais. O desemprego, que atinge 18% da população de Land, e a falta de perspectivas a curto prazo fizeram o jogo do partido que, se não tem peso em nível federal, confirma sua capacidade de crescer em nível local na Alemanha oriental. As eleições regionais regularmente dão poder a extrema direita, representada nos últimos anos por mais partidos - Republicanos, União Popular alemã (DVU) e os neonazistas do NPD. O DVU, presente nos parlamentos regionais de Brandebourg, no leste, e de Brême, no oeste do país, obteve 12,9% dos votos em Saxe-Anhalt em 1998. O NPD é representado atualmente no parlamento de Land de Saxe, onde obteve 9,2% em 2004.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.