Neozelandês pesca 'atum radioativo'

O neozelandês Paul Worsteling levou duas horas para retirar do mar o atum de 275 quilos que pescou na costa de seu país. O peixe, porém, pode ter sido contaminado pelo vazamento radioativo da usina de Fukushima, em março de 2011, e passará por testes.

O Estado de S.Paulo

08 de setembro de 2012 | 03h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.