Nepal confirma morte dos 14 ocupantes de avião acidentado

Foi o maior acidente de uma aeronave desde outubro de 2008, quando morreram 18 pessoas

Efe

24 de agosto de 2010 | 05h11

 

KATMANDU - Os 14 ocupantes de um avião de passageiros - seis deles cidadãos estrangeiros - morreram nesta terça-feira, 24, pela queda do aparelho ao sudeste de Katmandu, quando se dirigiam rumo à região do Everest, segundo fontes oficiais.

O acidente ocorreu nas montanhas do distrito de Makwanpur, a cerca de 100 quilômetros da capital nepalesa, informou o porta-voz do Ministério do Interior, Jaya Mukunda Janal.

Em comunicado, a Autoridade de Aviação Civil do Nepal informou que o avião se dirigia à cidade de Lukla, mas devido ao mau tempo teve que iniciar manobras para tentar retornar a Katmandu, quando as autoridades perderam a comunicação com o aparelho.

No avião estavam três tripulantes e 11 passageiros, dos quais seis eram estrangeiros (quatro americanos, um japonês e um britânico, segundo fontes da aviação civil do Nepal.

O chefe de operações do Aeroporto Internacional de Katmandu, Purusottam Shakya, confirmou à Efe as mortes de todos os ocupantes, e disse que as equipes de resgate estão trabalhando para resgatar os corpos.

Shakya disse que o avião se partiu em vários pedaços, e as operações de resgate estão sendo dificultadas por causa da chuva na região.

Este é o maior acidente de aviação no Nepal desde outubro de 2008, quando 18 pessoas morreram pela queda de um aparelho da companhia Yeti Airlines no leste do país.

Tudo o que sabemos sobre:
Nepalaviãoacidenteaviação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.