Nepal tenta decidir data de eleição

Representantes dos partidos no governo provisório do Nepal se reúnem neste domingo para tentar acordar uma nova data para as eleições, depois de a Comissão Eleitoral informar nesta semana que não existe tempo hábil para organizá-las para o dia 20 de junho.A decisão da Comissão de adiar o pleito causou um racha entre os signatários do acordo de paz de novembro do ano passado, o que levou o líder maoísta, Prachanda, a declarar ontem que a "unidade" entre eles quebrou.Os maoístas e os sete partidos da aliança governista assinaram em novembro um acordo pelo qual a guerrilha se desarmou e entrou no Parlamento e o Governo, e que prevê eleições para uma Assembléia Constituinte que decidirá se o Nepal se transforma em República ou se continua sendo Monarquia.Para Prachanda, essa Assembléia "é a base de todos os acordos" entre os oito partidos. "Essa base já não existe e a unidade dos oito partidos terminou", disse, segundo a agência "Nepal News".O líder maoísta acredita que, para "criar uma nova base de unidade", o Parlamento deveria proclamar agora o Nepal como uma República e, nesse caso, as eleições poderiam ser adiadas, como pediu a Comissão Eleitoral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.