Nepalês vence colombiano como mais baixo do mundo

O filho de um vendedor de frutas do Nepal, com o corpo de uma criança pequena, comemorou 18 anos hoje e foi declarado por funcionários do Livro Guinness dos Recordes como o menor homem do mundo. Khagendra Thapa Magar tem 67 centímetros, desbancando o colombiano Eduardo Niño Hernández, de 70 centímetros.

AE-AP, Agência Estado

14 de outubro de 2010 | 16h12

Magar foi ovacionado ao receber um certificado de seu recorde, numa cerimônia realizada em um hotel de Pokhara, a cidade natal dele e um popular destino turístico a oeste de Katmandu. A família faz campanha há dois anos para Magar ser reconhecido como o homem mais baixo do mundo. As petições anteriores, porém, foram rechaçadas por causa da possibilidade de que Magar continuasse crescendo antes da maioridade.

Magar, que pesa pouco mais de 5,5 quilos, nasceu com apenas 600 gramas. Seu pai disse não saber o motivo, já que o irmão menor dele tem a altura normal de um garoto de 13 anos. Os médicos locais se dizem perplexos, mas não têm equipamentos adequados para fazer exames detalhados no jovem.

Magar participa de uma companhia de dança quando não está ajudando seus pais em uma loja de frutas. No ano que vem, ele assume o posto de embaixador da boa vontade, nomeado pelo governo local. "Estou muito feliz e emocionado", disse Magar, após receber o título do Guinness.

Tudo o que sabemos sobre:
homemrecordealturaColômbiaNepal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.