Néstor Kirchner sai da UTI e evolui bem, informa clínica

O ex-presidente da Argentina Néstor Kirchner deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) onde estava internado desde o domingo, após submeter-se a uma cirurgia de desobstrução da carótida direita.

MARINA GUIMARÃES, Agencia Estado

09 de fevereiro de 2010 | 14h33

De acordo com o último boletim médico divulgado pela clínica, "na manhã de hoje, o doutor Néstor Carlos Kirchner passou da sala de cuidados intensivos para cuidados gerais e sua evolução continua sendo favorável". A nota diz que Kirchner entrou no "plano de pré-alta", o que significa que ele poderia deixar o hospital ainda hoje.

Ontem à noite, o médico pessoal do ex-presidente, Luis Buonomo, havia adiantado que ele poderia receber alta hoje ou, no máximo, amanhã. Os primeiros sinais de mal-estar de Kirchner surgiram na manhã de domingo, após uma série de exercícios aeróbicos, segundo a imprensa local.

Os sintomas foram de adormecimento e formigamento do braço esquerdo. Imediatamente, ele foi levado a uma clínica próxima da residência oficial de Olivos. Por volta das 16 horas, ele foi transferido ao hospital onde foi operado de urgência.

Tudo o que sabemos sobre:
ArgentinaKirchnercirurgiaUTI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.