Netanyahu assume governo hoje

Indicado ao cargo de primeiro-ministro por representar o campo majoritário na Knesset (Parlamento israelense), o líder do partido direitista Likud, Binyamin "Bibi" Netanyahu, deverá tomar posse hoje com apoio de pelo menos 66 dos 120 assentos do Legislativo. O Likud não foi o partido mais votado nas eleições de 10 de fevereiro, mas Bibi foi incumbido pelo presidente Shimon Peres de formar o governo por ser a legenda mais apta a compor uma coalizão. O governista Kadima (centro), da chanceler Tzipi Livni, obteve o maior número de votos, mas não entrou em acordo com o Likud para formar o novo gabinete e prometeu passar para a oposição. Ontem, Bibi, que já ocupou o cargo de premiê entre 1996 e 1999, nomeou seu colega de partido Yuval Steinitz ministro das Finanças. A decisão foi uma surpresa, já que analistas previam que o próprio Bibi ocupasse a pasta, mantendo o jovem Steinitz como seu braço direito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.