Netanyahu descarta retirar colonos da Cisjordânia

Benjamin Netanyahu, líder do partido de oposição israelense Likud, disse que, caso se torne o próximo primeiro-ministro do país, não vai se sentir obrigado pelas declarações do atual premiê, Ehud Olmert, de retirar os assentamentos israelenses da Cisjordânia, informou hoje o jornal Haaretz. "Eu não manterei o compromisso de Olmert de retirar e não vou evacuar os assentamentos. Esses entendimentos são inválidos e sem importância", disse ele, segundo o jornal israelense. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.