Netanyahu é esperado no Cairo para reunião com Mubarak

Esta é a segunda vez que os dois líderes se reúnem desde que Netanyahu assumiu o Governo israelense

EFE,

13 de setembro de 2009 | 06h31

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, é esperado hoje no Cairo para uma reunião com o presidente egípcio, Hosni Mubarak, a fim de analisar os últimos esforços para relançar o processo de paz na região.

 

Segundo a embaixada israelense no Cairo, Mubarak e Netanyahu se encontrarão no palácio presidencial do bairro de Heliópolis, compartilhando uma refeição do final do jejum diário do Ramadã, por volta das 18 horas local (13 horas de Brasília).

 

Esta é a segunda vez que os dois líderes se reúnem desde que Netanyahu assumiu a chefia do Governo israelense, em 31 de março. A reunião anterior, na cidade turística de Sharm el-Sheikh, na Península do Sinai, aconteceu no dia 11 de maio.

 

O Governo do Cairo não informou oficialmente sobre os temas que os dois líderes analisarão, mas o jornal governamental egípcio "Al-Ahram" sustenta que incluirá o assunto dos assentamentos israelenses nos territórios palestinos ocupados.

 

Segundo "Al-Ahram", que não cita fontes de suas informações, Mubarak insistirá com Netanyahu sobre a necessidade de interromper a construção dessas colônias, já que obstaculiza o estagnado processo de paz no Oriente Médio.

 

Segundo a imprensa egípcia, não se descarta que na reunião de Mubarak e Netanyahu se analise o caso do soldado israelense Gilad Shalit, capturado por grupos palestinos perto do limite da Faixa de Gaza em 25 de junho de 2006.

 

O Egito está intermediando em uma negociação indireta entre Israel e grupos palestinos para conseguir a libertação de Shalit ou sua troca por presos palestinos que estão nas prisões israelenses, mas até agora não houve resultados.

Tudo o que sabemos sobre:
REUNIÃOCAIROORIENTE MÉDIO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.