Netanyahu expressa preocupação com relação a acordo nuclear com Irã

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou estar "muito preocupado" com o acordo nuclear entre o Irã e países do ocidente. Ele disse que expressou esses temores aos senadores dos Estados Unidos, durante visita ao país, alegando que o acordo parece "confirmar todas as nossas preocupações".

Estadão Conteúdo

29 Março 2015 | 12h46

Netanyahu tem criticado os esforços de países ocidentais em alcançar um acordo nuclear com o Irã e expressou publicamente seu descontentamento com a administração do presidente Barack Obama.

Neste final de semana, estão sendo realizadas negociações entre líderes do Irã, EUA, França, Alemanha e de outros países na cidade de Lausanne, na Suíça, poucos dias antes do prazo final de 31 de março, estabelecido para que se chegasse a um acordo preliminar. O primeiro-ministro israelense criticou o fato de as reuniões terem sido mantidas, mesmo com o "Irã envolvido na crise do Iêmen", e que "as negociações continuaram normalmente, a respeito de um acordo que parece abrir caminho para o Irã fabricar a bomba".

Netanyahu afirmou que Israel e outros países do Oriente Médio concordam com a visão de que o envolvimento do Irã no Iêmen é um "movimento estratégico para dominar a região". Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Israel Irã EUA acordo nuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.