Netanyahu pedirá a Obama que liberte espião israelense

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, prometeu hoje pressionar o presidente norte-americano, Barack Obama, para que liberte o espião Jonathan Pollard, que cumpre pena de prisão perpétua nos Estados Unidos.

AE, Agência Estado

21 de dezembro de 2010 | 20h46

O tema é fonte de tensão entre os dois aliados há mais de duas décadas. Diversos líderes israelenses já levantaram o assunto em conversas, mas sempre foram repelidos pelo governo norte-americano.

Esta será a primeira vez que Israel pedirá aberta e oficialmente a libertação de Pollard, preso em 1985 nos arredores da embaixada israelense, em Washington, por entregar segredos dos EUA a Israel. Ele foi condenado mais tarde. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
espiãoIsraelEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.