Netanyahu tenta conter avanço de partido rival

Assustado com o rápido crescimento na cena política israelense de um partido rival de direita, o Bayit Yehudi, o primeiro-ministro Binyamin Netanyahu partiu ontem para a ofensiva. "Acredito que há apenas uma maneira de garantir que a direita continue no poder em Israel, que é votar em mim", disse Netanyahu em entrevista. A sigla rival é comandada por Naftali Bennet, antigo aliado do primeiro-ministro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.