Netanyahu visita submarino e adverte sobre 'Irã nuclear'

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, advertiu hoje sobre os perigos que representaria um Irã com armas nucleares. "A ameaça representada pelo Irã é muito grave para o Estado de Israel, para a paz no Oriente Médio e para o mundo inteiro", disse Netanyahu durante visita a um submarino israelense que seria capaz de lançar mísseis com armas atômicas. "Sem dúvida, somos o primeiro objetivo (do Irã), embora não o último".

AE-AP, Agencia Estado

17 Novembro 2009 | 20h23

Numa visita cheia de simbolismo, Netanyahu realizou também um passeio na embarcação lança-mísseis, que participou neste mês da captura de um navio com armas supostamente destinadas ao grupo xiita libanês Hezbollah, segundo o Estado de Israel. O Hezbollah negou as acusações.

Os líderes israelenses temem que seu país seja o alvo de supostas ogivas nucleares do Irã e não descartaram um ataque preventivo contra as usinas iranianas. O Irã nega que seu programa nuclear tenha como finalidade a construção de armas nucleares, embora o Ocidente e Israel acreditem nisso.

O submarino Eilat é um dos três do tipo Dolphin construídos na Alemanha e que segundo a imprensa estrangeira são capazes de lançar mísseis com ogivas nucleares. Israel já recebeu um submarino e encomendou outros dois. Israel nunca confirmou que possua armas nucleares e que seus submarinos sejam capazes de lançar mísseis com armas nucleares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.