AP
AP

Neto de Mao Tsé-tung é nomeado general do Exército

Mao Xinyu é historiador militar conhecido por defender a herança comunista deixada por seu avô

O Estado de S. Paulo,

25 de setembro de 2009 | 08h57

Mao Xinyu, único neto reconhecido do histórico líder comunista chinês Mao Tsé-tung, foi nomeado, com 39 anos, o general mais jovem do Exército Popular de Libertação. A informação foi divulgada ontem pela imprensa estatal chinesa, uma semana antes da celebração dos 60 anos da Revolução Comunista que levou Mao Tsé-tung ao poder. A data precisa da nomeação não foi revelada.

 

Mao Xinyu é um historiador militar conhecido por defender ferrenhamente a herança comunista deixada por seu avô. Considerado uma celebridade na China, ele chegou a declarar que se sentia pressionado por ter de levar adiante o legado de seu antepassado.

 

Ele mantém um blog no qual faz apologia ao regime chinês e escreveu um livro sobre seu avô intitulado Vovozinho Mao Tsé-tung. Apesar da rápida ascensão na carreira, o novo general não ficou conhecido na academia militar chinesa por seu desempenho excepcional.

 

O pai de Mao Xinyu, Mao Anqig - que morreu em 2007, aos 84 anos -, é um dos nove filhos conhecidos que Mao Tsé-tung teve ao longo de quatro atribulados casamentos.

Tudo o que sabemos sobre:
China

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.