Nevasca deixa 190 feridos em Tóquio

A maior nevasca em Tóquio em oito anos causou hoje uma morte, deixou 190 feridos na capital do Japão e nas províncias vizinhas, provocou o caos nas estradas, obrigou a cancelar uma centena de vôos e desacelerou os trens bala.Até hoje, os habitantes de Tóquio tinham se livrado da temporada de neve que, desde o começo de dezembro passado, deixou no centro e norte do Japão mais de uma centena de mortos.No final do dia, as autoridades informaram que uma pessoa morreu e 190 ficaram feridas em Tóquio e nas províncias próximas que formam a região de Kanto, por causa de acidentes relacionados com a neve, informou a agência de notícias Kyodo.Segundo o Serviço Meteorológico Nacional do Japão, esta foi a maior nevasca em Tóquio desde janeiro de 1998.Nos parques do centro da cidade, na tarde de sábado a neve chegou a dez centímetros. O mau tempo obrigou a cancelar mais de 100 vôos locais no aeroporto de Haneda, situado no leste de Tóquio.Estas suspensões afetaram cerca de 14 mil passageiros, informaram as autoridades aeroportuárias.Em Narita, o principal aeroporto internacional de Tóquio, foi necessário suspender o funcionamento de uma de suas pistas de decolagem durante uma hora na manhã de sábado a fim de retirar a neve acumulada.Os trens bala da linha Tokaido que ligam Tóquio e Osaka, a segunda cidade mais povoada do país (ao sudoeste da capital), sofreram atrasos de até 25 minutos, informou a Companhia de Ferrovias do Centro do Japão.Como indicou o Serviço Meteorológico, este temporal que afetou hoje Tóquio e suas proximidades foi provocado por um sistema de baixas pressões formado sobre o Pacífico Ocidental.Segundo as previsões desse organismo, hoje as regiões de Kanto e Tokai devem esperar até 20 centímetros de neve nas zonas montanhosas e mais de cinco centímetros nas áreas mais baixas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.