Nevascas matam pelo menos três pessoas na China

Pelo menos três pessoas morreram vítimas das nevascas procedentes da Sibéria que assolaram o norte e nordeste chineses.Segundo uma porta-voz do Ministério de Assuntos Civis, as autoridades meteorológicas confirmaram que, após dois dias, o temporal, cujos efeitos foram sentidos também em Pequim, irá desaparecendo ao longo desta segunda-feira, 5.Na província de Liaoning, uma das mais afetadas, três pessoas morreram na capital, Shenyang, pela queda de alguns galpões de abastecimento pela espessa camada de neve acumulada.As aulas foram suspensas para cerca de um milhão de alunos. Além disso, o aeroporto e a estrada para Pequim foram fechados. A frente fria provocou ondas de até cinco metros no litoral.Na cidade portuária de Dalian, na província de Liaoning, lufadas de ventos fortes causaram cortes no fornecimento de água, eletricidade e gás. As informações são da agência Xinhua.Na capital chinesa, onde uma nevasca caiu no fim de semana, mais de 200 vôos tiveram de ser cancelados ou sofreram atrasos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.