Neve artificial fecha 12 estradas na China

Fenômeno ocorreu depois que nuvens foram bombardeadas com produtos químicos

REUTERS

19 de fevereiro de 2009 | 09h05

A China fechou 12 rodovias ao redor de Pequim nesta quinta-feira, 19, devido à forte nevasca que aconteceu depois de bombardear nuvens com produtos químicos, informou a mídia estatal. Todas as estradas foram fechadas em Hebei, a seca província ao norte de Pequim, após a neve cair na noite de quarta-feira, informou a agência de notícias Xinhua. Ao todo, 12 estradas foram fechadas, incluindo uma ligação entre Pequim e Shenyang, capital da província de Liaoning. Hebei teve sua primeira nevasca do ano na quarta-feira. O birô meteorológico provincial disse que a neve foi bastante "encorpada" pelo procedimento artificial. "A neve trouxe umidade ao solo, o que pode ajudar a dar fim à seca", disse Guo Yingchun, importante engenheira do observatório meteorológico provincial, segundo a agência. Ela disse que 313 bastões de iodeto de prata, do tamanho de cigarros, foram lançados nas nuvens, entre a noite de quarta-feira e a manhã de quinta, "um procedimento que deixou as nuvens bem mais pesadas". Os meteorologistas de Hebei disseram que a neve pode continuar na noite de quinta-feira, ao norte da província. Pequim atualmente passa pela seca mais longa em 38 anos, de acordo com os registros do birô meteorológico. (Por Nick Macfie)

Tudo o que sabemos sobre:
CHINANEVEESTRADAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.