Neve causa cancelamento de milhares de voos nos EUA

Uma forte nevasca prejudica o deslocamento de quem pretende viajar de avião, trem ou carro nos EUA hoje. Milhares de pessoas ficaram sem ter como voltar para casa após o feriado do Natal. As companhias aéreas lutam para remarcar os voos - mais de 1.400 apenas nos três principais aeroportos de Nova York - e disseram não esperar que os serviços voltem ao normal até amanhã. Ônibus ficaram presos em estradas tomadas pela neve e passageiros em Nova York passaram a noite em um trem de metrô sem aquecimento.

AE, Agência Estado

27 de dezembro de 2010 | 15h37

As autoridades pediram que as pessoas que não precisem sair de carro permaneçam em casa. Os ventos fortes formaram montes de neve nas ruas, estradas de ferro e pistas de aeroportos. Mais de 60 centímetros de neve caíram em algumas áreas na manhã de hoje.

Em Nova York, centenas de passageiros cansados, famintos e com frio tiveram de passar a noite nos aeroportos John F. Kennedy, Laguardia e Newark Liberty. Segundo as autoridades, eles receberam cobertores e colchonetes, mas algumas pessoas não conseguiram ter acesso às suas bagagens, o que as deixou sem roupas extras e itens de higiene. Nem mesmo o sistema de metrô da cidade - geralmente um meio de transporte confiável durante tempestades de neve - escapou. Um grupo de passageiros ficou parado por horas no interior de trens que quebraram no Queens.

Um alerta de nevasca, que é emitido quando a neve é acompanhada de ventos sustentáveis de mais de 56 quilômetros por hora, foi anunciado para a faixa que vai de Delaware até a ponta norte do Maine. Uma precipitação de 40 centímetros deve cair em quase toda a extensão de Rhode Island, Connecticut e leste de Massachusetts, embora meteorologistas tenham alertado que ventos de 80 quilômetros por hora podem provocar a queda de uma quantidade ainda maior de neve.

Cerca de 76 centímetros de neve haviam caído no condado de Bergen, Nova Jersey, na manhã de hoje, e 50 centímetros foram registrados no Central Park, em Nova York. Foi decretado estado de emergência na Carolina do Norte, Virgínia, Maryland, Nova Jersey, Maine e Massachusetts. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
nevascasEUAvoostransportes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.