Neve prejudica tráfego aéreo e ferroviário em parte do Japão

Esta é a segunda nevasca do ano em Tóquio após um inverno moderado no ano passado

EFE

03 de fevereiro de 2008 | 04h17

A neve que cobriu neste domingo de branco grandes áreas do leste e do centro do Japão, entre elas Tóquio, causou transtornos ao tráfego aéreo, rodoviário e ferroviário, segundo a agência local "Kyodo". Pelo menos vinte vôos precisaram ser cancelados no aeroporto nacional da capital japonesa, Haneda, algumas linhas de ferrovia foram suspensas temporariamente pela empresa JR East e várias estradas próximas a Tóquio foram fechadas. No início da manhã, três centímetros de neve já tinham se acumulado nas zonas centrais de Tóquio e espera-se que em outras regiões, como Koshin (centro do Japão), cheguem até os 30 centímetros durante o dia. O serviço japonês de meteorologia indicou que o sistema de baixas pressões que causou as precipitações em forma de neve se movimenta em direção a noroeste sobre as águas do sul do litoral do Pacífico do Japão. Espera-se que a espessura da neve alcance os 15 centímetros nas zonas mais ao sul da região Kanto e que as precipitações se centrem em Tóquio durante o dia. Nas cidades de Tóquio e na vizinha Yokohama já se registravam cerca de três centímetros de neve às 10h (23h de sábado em Brasília), segundo a Agência Meteorológica japonesa. Esta é a segunda nevasca do ano em Tóquio após um inverno moderado no ano passado, no qual, pela primeira vez desde 1876, não foram registradas precipitações em forma de neve na capital do país.

Tudo o que sabemos sobre:
NeveJapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.