Neve volta a atrapalhar aeroportos na Europa

Maior terminal francês cancelou metade dos voos; Alemanha e Bélgica também sofrem

Reuters

24 de dezembro de 2010 | 13h12

Passageiros do Charles de Gaulle checam status de voos em painel.

 

PARIS - Após passar por um dia de melhoras no movimentos dos aeroportos, a Europa voltou a ter problemas no terminais nesta sexta-feira, 24, por conta da nevasca que cai sobre as regiões norte e oeste do continente. França, Bélgica, Alemanha e Holanda são os países mais afetados pelo frio.

 

Cerca de 2 mil passageiros permanecem aguardando no aeroporto Charles de Gaulle, o principal terminal de Paris, onde metades dos voos chegaram a ser cancelados. Uma parte do aeroporto foi fechada e esvaziada por um período por conta do acúmulo de neve sobre a cobertura. A administração temia que o teto pudesse ceder.

 

As autoridades francesas já estão providenciando material para descongelar os aviões. A falta do fluído é o principal motivo pelos atrasos. O material, porém, não chegará ao Charles de Gaulle até segunda-feira.

 

Na região oeste da Alemanha, o tráfego terrestre estava paralisado. No leste, as ferrovias estavam fora de atividade por conta da neve que cai na região. O país ainda registrou centenas de acidentes.

 

Na Bélgica, passageiros passaram a noite no aeroporto de Chaleroi, embora alguns voos estava operando. No terminal de Bruxelas foram registrados cancelamentos e havia movimento reduzido de ônibus.

 

Durante a semana, as nevascas prejudicaram o movimento nos principais aeroportos europeus, como o de Heathrow, em Londres, o mais movimentado do mundo. O excesso de passageiros à espera de voos foi refletido nas linhas de trem do continente, onde houve superlotação.

Tudo o que sabemos sobre:
neveEuropaaeroportoFrançaAlemanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.