Newman atuou em cerca de 60 filmes

O ator Paul Newman, que faleceu ontem, aos 83 anos, vítima de câncer, ganhou um Oscar honorário pela carreira em 1986, outro de melhor ator por A Cor do Dinheiro, em 1987, e mais um em 1994, o chamado prêmio humanitário Jean Hersholt, concedido àquele que se destaca pelos atos humanitários que deram credibilidade à indústria do cinema de Hollywood, no seu caso, o de doar o lucro de sua fábrica de produtos alimentícios Newman''s Own. Ele foi indicado nove vezes ao Oscar e ganhou muitos outros prêmios. Mas nem os prêmios dão a medida de seu talento, vasta obra e da marca que imprimiu na história do cinema. Nascido em Shaker Heights, Ohio, EUA, em 26 de janeiro de 1925, Paul Newman freqüentou a Yale Drama School e o famoso Actors Studio de Nova York quando saiu da escola. Ele atuou na televisão, no cinema e na Broadway, começando sua carreia em 1952, em um episódio de uma série na TV. Após seu primeiro papel na peça Picnic (1953), o estúdio Warner Brothers ofereceu um papel em seu primeiro filme, O Cálice Sagrado (1954). Depois desse, Newman atuou em cerca de 60 filmes e outras dezenas de projetos para a televisão. Outros filmes de destaque de sua carreira são Gata em Teto de Zinco Quente (1958), no qual atuou com Elizabeth Taylor, Butch Cassidy (1969), em que dividiu a cena com Robert Redford, no memorável Golpe de Mestre (1973) e o sucesso de bilheteria Estrada para Perdição (2002), protagonizado com Tom Hanks. Newman também foi produtor e diretor de muitos filmes de sucesso como Harry & Son (1984) e Rachel, Rachel (1968), que lhe rendeu a primeira indicação ao Oscar e no qual atuou ao lado de Joanne Woodward. Em 1957, ele atuou em The Long, Hot Summer, juntamente com Orson Welles e Joanne Woodward. Foi durante as gravações que Newman, que era casado com Jackie Witte desde 1949 e com quem teve três filhos, se apaixonou por Joanne. Eles se casaram em 1958 e ficaram juntos por 50 anos. Com Joanne ele teve mais três filhos. Newman, apaixonado por carros de corrida desde a década de 1970, também foi piloto, tornando-se sócio da equipe Newman-Haas racing. As informações são do portal Estadão. (estadao.com.br).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.