News Corp pagará indenização a 19 vítimas de grampos

O conglomerado de mídia de Rupert Murdoch, News Corp, concordou nesta quinta-feira em pagar indenizações a 19 vítimas de escutas ilegais realizadas por um tabloide do grupo. Entre as vítimas que receberão os pagamentos estão o ator Jude Law, o jogador de futebol Ashley Cole e o ex-vice-primeiro-ministro John Prescott.

AE, Agência Estado

19 de janeiro de 2012 | 09h10

As 19 vítimas estão entre as 58 pessoas que processam o News Group, após a suposta interceptação realizada em seus celulares por funcionários do tabloide News of the World. O escândalo levou a News Corp a interromper a circulação do periódico. Detalhes sobre o acordo foram divulgados em uma audiência realizada em um tribunal de Londres nesta quinta-feira.

Segundo o site do jornal Guardian, as pessoas supostamente alvos dos grampos afirmam que diretores do News Group sabiam do envolvimento de jornalistas do tabloide em práticas ilegais, e também que a empresa deliberadamente destruiu provas e tentou enganar investigadores. O Guardian estima que as indenizações podem custar ao News Group "pelo menos 10 milhões de libras em custos e danos". (Equipe AE, com informações da Associated Press)

Tudo o que sabemos sobre:
GBNews Corpescândalogrampostabloide

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.