Evan Vucci/AP
Evan Vucci/AP

Newt Gingrich abandona pré-candidatura à Presidência dos EUA

Desistência oficializa a candidatura de Mitt Romney pelo Partido Republicano

Efe,

02 Maio 2012 | 18h00

WASHINGTON - Newt Gingrich, um dos pré-candidatos à Presidência dos Estados Unidos pelo Partido Republicano, anunciou nesta quarta-feira, 2, sua desistência da corrida eleitoral na reta final das primárias da legenda, o que deixa o caminho ainda mais fácil para Mitt Romney, que venceu a maioria das prévias.

Veja também:

video Romney será o candidato republicano contra Barack Obama

"Foi um ano fascinante. Suspendo minha candidatura, mas não minha cidadania", afirmou Gingrich em entrevista coletiva acompanhado por sua esposa, Callista, e outros membros de sua família.

O ex-presidente da Câmara de Representantes disse que seguirá trabalhando em torno dos eixos de sua campanha, entre os quais mencionou cortar gastos, equilibrar o orçamento, impulsionar a criação de empregos no setor privado e fomentar a independência energética.

Gingrich evitou expressar apoio explícito a Mitt Romney, virtual vencedor das primárias do Partido Republicano, mas afirmou que o correligionário seria "muito melhor" na Presidência do que Barack Obama, a quem classificou como o "presidente mais radical e esquerdista da história dos EUA".

"Uma vitória republicana neste novembro revitalizaria os Estados Unidos como fez (Ronald) Reagan nos anos 1980", declarou Gingrich, que já tinha anunciado na semana passada sua intenção de abandonar a disputa e só conseguiu vencer as primárias da Carolina do Sul e da Geórgia, sem se aproximar de Romney nas pesquisas.

O ex-presidente da Câmara de Representantes, um político com mais de três décadas de experiência, não foi capaz de se aproximar das bases republicanas, e perdeu sua batalha pelo respaldo dos mais conservadores contra o ex-senador da Pensilvânia Rick Santorum, que abandonou a disputa há um mês.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.