Nicarágua diz que representará Líbia na ONU

A Nicarágua disse que a Líbia escolheu um dos seus diplomatas para representar os interesses do país na Organização das Nações Unidas (ONU), mas um porta-voz disse que a entidade ainda não recebeu o comunicado oficial.

AE, Agência Estado

30 Março 2011 | 16h01

O website do governo da Nicarágua informou hoje que o regime de Muamar Kadafi escolheu o diplomata Miguel D''Escoto para representá-lo na ONU e publicou um versão em espanhol de uma carta enviada pela chancelaria da Líbia ao secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, sobre a indicação.

O porta-voz da ONU, Farhan Haq, disse que a entidade não recebeu a carta, mas que a missão da Nicarágua marcou uma coletiva de imprensa no prédio da ONU com D''Escoto. O comunicado da Nicarágua afirma que o diplomata escolhido antes pela Líbia não tinha visto de entrada nos Estados Unidos. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.