Nigéria acusa Cheney em caso de suborno

Um porta-voz da agência anticorrupção da Nigéria disse que abriu um inquérito com 16 acusações contra o ex-presidente dos Estados Unidos Dick Cheney e contra a Halliburton em um antigo caso de suborno.

AE, Agência Estado

07 de dezembro de 2010 | 18h37

Femi Babafemi, porta-voz da Comissão de Crimes Econômicos e Financeiros, disse hoje que as acusações derivam de um caso envolvendo subornos pagos a funcionários nigerianos durante a construção de um terminal de gás natural liquefeito no delta do rio Níger. Babafemi disse que as acusações também citam a subsidiária nigeriana da Halliburton e outra empresas. As acusações citam Cheney como executivo-chefe da empresa durante o período no qual os subornos foram supostamente pagos.

O porta-voz se recusou a especular sobre a possibilidade de extraditar Cheney para o país para ser julgado. Peter Long, porta-voz de Cheney em Washington, recusou-se a comentar o assunto. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
subornoNigériaex-presidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.